A primeira página do DN desta sexta-feira

Conheça a primeira página do jornal que encontra de manhã nas bancas.

A suspensão da atividade programada no primeiro mês do ano piorou ainda mais os problemas dos doentes não covid.

200 mil consultas e 21 mil cirurgias ficaram por fazer só no mês de janeiro.

É esta a manchete do DN desta sexta-feira. O bastonário dos médicos diz que "a situação
é dramática" e que se agrava a cada dia que passa.

O Presidente da República, no seu discurso ao país por no 12.ª Estado de Emergência, acabou por estabelecer uma meta para o alívio das regras sanitárias e desafios ao governo: Marcelo quer mais testes e vacinação. Desconfinamento só após a Páscoa.

Mas, segundo a nova sondagem DN, JN, TSF, muitas pessoas não estão a gostar do trabalho do executivo na questão das vacinas: 43% dos portugueses não confiam na capacidade do governo para cumprir o plano de vacinação no prazo.

Ainda relativamente à pandemia, numa altura em que se assinala um ano do aparecimento da doença no nosso país, Portugal entre os países que mais anos de vida perderam. Covid é uma causa, mas não a única, titula o DN.

Outros títulos:

- Entrevista ao ministro do Ambiente, Matos Fernandes: Venda das seis barragens? "O governo vê com bons olhos o negócio no Douro"

- Autárquicas Rio joga trunfo em Lisboa. Carlos Moedas é candidato

- Privacidade. Acesso online a devedores do Estado arrisca promover julgamentos públicos

- Coimbra. Metro que ligaria cidade à Lousã vira sistema de mobilidade de autocarros elétricos

Esta sexta-feira é ainda dia em que o DN traz grátis a revista Evasões, cujo tema de capa é Francesinhas para comer em casa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG