A primeira página do DN desta segunda-feira

Conheça ao pormenor a capa do jornal que encontra de manhã nas bancas.

PS ultrapassado pela direita graças ao fôlego dos liberais. É esta a manchete do jornal desta segunda-feira, com base na sondagem DN/JN/TSF, que dá uma previsão de voto de 37,6% (contra 39,9% em janeiro) para o PS. E um crescimento da Iniciativa Liberal -- para 5,7% (contra 3,5% em janeiro)

Os socialistas estão a pagar o preço do descontrolo da pandemia no primeiro mês do ano. O PSD surge sem alterações. Bloco recupera terceiro lugar ao Chega, que está em queda. CDU e PAN resgatam parte das perdas.

Destaque ainda para entrevista a Alexandra Leitão: "Temos de perceber porque é que as ideias radicais captam as pessoas, em vez de as tratar como deploráveis".

Em homenagem e como forma de divulgação da ação de Aristides de Sousa Mendes e outros portugueses que apoiaram vítimas do Holocausto, o governo lança terça-feira um prémio para distinguir práticas, programas e projetos que tenham por base o conceito "salvar, proteger e dignificar vidas humanas em Portugal face a ameaças e a atrocidades contemporâneas". Incentivar a tolerância em tempos de populismo é o objetivo, explica a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública.

E ainda no Caso Ihor: Empresa de segurança envolvida na morte mantém contratos com SEF.

Outros títulos:

- Dia D de Sarkozy. Ex-presidente de França, acusado de subornar juiz, conhece a
decisão hoje.

- Lancha. GNR já tem a Bojador de 35 metros.

- Correntes d"Escritas. 22.ª edição totalmente online.

- Futebol. À conversa com Luís Filipe Vieira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG