Seleção feminina de voleibol perde na Eslovénia por 3-1

Mislinja, Eslovénia, 12 jun 2019 (Lusa) - A seleção portuguesa feminina de voleibol perdeu hoje por 3-1 na Eslovénia, no seu penúltimo jogo do grupo B da European Silver League, mantendo o terceiro lugar da classificação.

Na última jornada, no sábado, Portugal joga em Tartu contra o quarto classificado, a Estónia, uma partida que vai definir os terceiro e quarto lugares, sendo que Eslovénia e Grécia decidirão entre si quem é primeiro.

Depois de ter imposto à Eslovénia uma derrota no sábado, em Paços de Ferreira, Portugal deu hoje boa réplica no jogo fora, ganhando mesmo o terceiro 'set', por 25-23.

A equipa eslovena venceu o jogo, realizado em Milinja e perante cerca de 600 espetadores, com os parciais de 27-25 (29 minutos), 25-15 (25), 23-25 (29) e 23-15 (23).

Julia Kavalenka, com 17 pontos, Bárbara Gomes, com 12 e Aline Rodrigues, com 11, foram os destaques de Portugal em termos ofensivos.

Quando as quatro seleções estão com cinco jogos disputados, a Eslovénia lidera, com 13 pontos, seguida pela Grécia, com 12, Portugal, com três e a Estónia, com dois.

Portugal está já afastado das meias-finais cruzadas, com os apurados do grupo A, e da luta pela subida à Golden League europeia de 2020.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.