17 fevereiro 2019 às 10h10

Patuá e gastronomia, dois traços que definem a identidade macaense

A identidade macaense foi criada a partir de uma matriz híbrida e resiste através de traços identitários como o patuá, uma língua crioula de base portuguesa, e a gastronomia, considera o investigador Carlos Piteira.

/img/placeholders/redacao-dn.png
Lusa
/img/placeholders/redacao-dn.png
Lusa