Ucrânia: Ataque russo em Mykolaiv faz pelo menos cinco mortos

Ataque russo atingiu uma paragem de autocarros. Há registo de pelo menos sete feridos.

Pelo menos cinco pessoas morreram num ataque russo que atingiu esta sexta-feira uma paragem de autocarro na região de Mykolaiv, sul da Ucrânia, disse o governador regional ucraniano.

"Foram bombardeados (...) perto de uma paragem de transportes públicos. Doze pessoas estão no chão", disse Vitaly Kim, governador regional através do sistema de mensagens Telegram.

No primeiro balanço de vítimas o responsável indicava quatro mortos e sete feridos.

O governador de Mykolaiv acusou as forças russas de "bombardear a cidade" na altura em que as pessoas se encontravam nas ruas.

Nas últimas 24 horas, oito pessoas foram mortas e 19 ficaram feridas na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, disse entretanto o chefe de Estado ucraniano, Vladimir Zelensky, no seu primeiro relatório diário.

A notícia do ataque russo contra a cidade de Mykoaiv é divulgada pouco depois de um comunicado das forças pró-russas na região de Donetsk, que acusam a Ucrânia de ter bombardeado o local onde se encontravam presos combatentes da batalha de Mariupol, matando 40 pessoas.

Segundo as forças pró-russas, entre os presos encontravam-se elementos do Batalhão Azov que mantiveram o último bastião ucraniano na cidade portuária do Mar de Azov, até à rendição.

Daniil Bezsonov, porta-voz dos separatistas apoiados pela Rússia na região de Donetsk, afirma que 40 prisioneiros ucranianos morreram e que 130 ficaram feridos durante o bombardeamento efetuado pelas Forças Armadas da Ucrânia e que terá atingido a prisão onde se encontravam, na cidade de Olenivka.

De acordo com as informações das forças pró-russas, as vítimas são efetivos ucranianos capturados durante a batalha da fábrica Azovstal, na cidade portuária no Mar de Azov.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG