Espanha regista novo recorde de infeções em 24 horas. Mais de 161 mil casos

A incidência em Espanha subiu para os 1775 casos por cada 100 mil habitantes em 14 dias.

Espanha voltou esta quinta-feira a registar um novo recorde de infeções de covid-19, com 161 688 novos casos positivos em 24 horas, o que eleva a incidência para os 1.775 casos por cada 100 mil habitantes em 14 dias.

De acordo com a agência EFE, este é o décimo dia consecutivo em que o ministério da Saúde espanhol divulga os maiores números de contágio de toda a pandemia, o que confirma que a curva da sexta onda continua em expansão.

Espanha é o terceiro país europeu com mais casos notificados num só dia, atrás de França e do Reino Unido.

Desde o início da pandemia morreram em Espanha 89 405 pessoas com covid-19. Destas, 282 morreram na última semana e 74 nas últimas 24 horas.

Nos hospitais espanhóis há 10 768 pacientes internados devido à covid-19, dos quais 1803 estão nos cuidados intensivos.

Apesar disso, a pressão hospitalar está contida, ainda que a ocupação nas Unidades de Cuidados Intensivos por 'pacientes covid tenha aumentado quatro décimas nas últimas 24 horas e se situe em 19,42%.

A covid-19 provocou mais de 5,42 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência AFP.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, considerada preocupante e muito contagiosa pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 110 países.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG