Morreu Bob Dole, ex-candidato republicano contra Clinton e veterano da II Guerra

Antigo senador tinha 98 anos. A sua impressão digital ficou marcada na política fiscal, política externa, programas agrícolas e de nutrição, direitos dos deficientes, educação e serviços públicos resultantes da Lei dos Americanos Portadores de Deficiência.

O ex-senador Bob Dole, figura emblemática da política americana, candidato à Casa Branca e veterano da Segunda Guerra Mundial, morreu na manhã deste domingo, aos 98 anos. "É com pesar que anunciamos que o senador Robert Joseph Dole morreu esta manhã enquanto dormia", escreveu no Twitter a Fundação Elizabeth Dole - nome da esposa do ex-senador. "Ele serviu lealmente os Estados Unidos por 79 anos", acrescentou.

Três vezes aspirante a candidato republicano à Casa Branca, Dole foi derrotado nas primárias por Ronald Reagan em 1980, depois por George Bush em 1988, antes de ganhar a nomeação do partido em 1996. Nesse ano, Dole foi derrotado pelo democrata Bill Clinton nas urnas.

Vinte anos antes, Gerald Ford tinha-o escolhido para candidato a vice-presidente, mas a candidatura republicana perdeu para os democratas Jimmy Carter e Walter Mondale.

Dole voltou da Segunda Guerra Mundial condecorado, mas gravemente ferido. Precisou de reaprender a andar e de recuperar o controlo do seu corpo, exceto do braço direito. Ingressou no Congresso em 1961, primeiro como deputado, depois como senador pelo estado do Kansas, em 1968. Reeleito quatro vezes, atuou durante anos como líder da maioria e da minoria na Câmara Alta.

Durante os seus 36 anos de carreira no Capitólio, Dole tornou-se um dos legisladores e líderes partidários mais influentes no Senado, combinando um talento para o compromisso com uma sagacidade cáustica, que muitas vezes se virou contra si próprio. A sua impressão digital ficou marcada na política fiscal, política externa, programas agrícolas e de nutrição, direitos dos deficientes, educação e serviços públicos resultantes da Lei dos Americanos Portadores de Deficiência.

O atual sistema de acesso aos edifícios públicos, ou a presença de intérpretes de linguagem gestual em eventos locais oficiais são apenas algumas das marcas mais visíveis do seu legado e do dos colegas legisladores, que Dole reuniu para levar por diante aquela legislação há cerca de 30 anos.

Bob Dole dedicou os últimos anos da sua vida à causa dos veteranos feridos, dos seus camaradas caídos e enterrados no Cemitério Nacional de Arlington e à recordação da geração dos veteranos da Segunda Guerra Mundial. Era casado com Elizabeth, que tinha uma carreira política própria, como secretária de Transporte e Trabalho, bem como senadora pela Carolina do Norte.

A presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, ordenou que as bandeiras do Capitólio fiquem a meia haste, anunciou o seu chefe de gabinete. "A sua falta será profundamente sentida por todos nós que tivemos o privilégio de conhecê-lo", disse o ex-vice-presidente Mike Pence.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG