Exclusivo  Mundial de informática: "Muitos campeões estão hoje no Facebook e Google"

Três jovens da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto serão os primeiros representantes portugueses a disputar a final do Campeonato do Mundo de Programação Informática que decorre nesta semana na cidade nortenha.

Pela primeira vez, Portugal organiza um Campeonato do Mundo de Programação Informática, que vai na sua 43.ª edição, o que permite a estreia nacional com uma equipa de três estudantes portugueses, todos da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Até sexta-feira, dia 5, cerca de 500 estudantes de todo o mundo vão procurar o título da International Collegiate Programming Contest (ICPC), que decorre na Alfândega do Porto. Por lá passam também representantes das principais empresas mundiais à caça de talentos. Muitos dos anteriores campeões e participantes estão hoje ao serviço da Google, da Amazon, da Microsoft e de muitas outras gigantes com ligação à informática.

"Na competição vamos tentar a melhor classificação possível. A nível de futuro emprego isto é excelente para o currículo e para a experiência. Nas entrevistas de emprego da Google ou da Microsoft, o tipo de problemas que vamos ter de resolver na prova é também o que é colocado aos candidatos ao lugar. Se já estás habituado a eles, ficas mais bem preparado para uma entrevista", explicou ao DN Gonçalo Paredes, aluno de 20 anos do 3.º ano de Ciências de Computadores. Os outros dois elementos da equipa portuguesa são Ricardo Pereira, do mesmo curso, e Alberto Pacheco, de Matemática, todos já habituais participantes em concursos do género, onde aliás se conheceram.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG