Premium "Não existem rivais de Astérix na banda desenhada atual"

A poção mágica que o druida Panoramix faz pode ser comparada ao "produto" que Goscinny e Uderzo criaram há 60 anos. A nova história de Astérix tem pela primeira vez uma protagonista que faz o gaulês e o amigo Obélix perder a cabeça.

Astérix é o best-seller da banda desenhada: cinco milhões de álbuns impressos, 50 mil dos quais em Portugal, chegam hoje aos leitores de todo o mundo. No nosso país costumam liderar a tabela de vendas e na próxima semana já terá atingido o topo pela certa, pois a nova história traz um grande apelo de renovação: uma jovem protagonista.

É a primeira vez que há uma mulher, neste caso uma adolescente, a liderar a história. Já tinham existido personagens femininas principais mas nunca uma protagonista com tanto relevo como os heróis que os criadores da série transformaram em fundamentais. Desta vez, Adrenalina ganha um papel que subalterniza Astérix e Obélix. Afinal, o álbum chama-se A Filha de Vercingétorix!

Ler mais

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.