Premium Thiago Soares: do hip hop para o Royal Ballet. E agora?

O bailarino brasileiro, de 37 anos, apresenta em Lisboa o espetáculo "Duelo" e conta como chegou a primeira figura da companhia inglesa e de como agora está a entrar numa nova fase na sua carreira.

Um bailarino, uma bailarina, um piano e um pianista. Assim é Duelo, o espetáculo que o bailarino Thiago Soares e o músico Marcelo Bratke, ambos brasileiros, estrearam no ano passado no Rio de Janeiro, e apresentam nesta quarta-feira no Teatro Tivoli, em Lisboa.

Apesar do título, Duelo é, na verdade, um diálogo. "O que faz a magia desta apresentação é a nossa conversa entre a dança e a música", diz Thiago Soares. "Não é um pianista que toca para acompanhar um bailarino, é uma verdadeira interação." Com uma banda sonora que vai de John Cage a Heitor Villa-Lobos, o espetáculo conta, em cada cidade onde se apresenta, com a participação de uma bailarina convidada: aqui, será Filipa de Castro, da Companhia Nacional de Bailado. Os primeiros ensaios dos dois aconteceram no início do ano em Londres, onde Thiago Soares vive desde que, em 2002, entrou para o Royal Ballet.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG