Premium Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.

Refletir sobre o desenvolvimento tornou-se leitmotiv global para conferências, cimeiras e congressos que demonstram que a cultura da discussão democrática floresce apesar dos Trumps e Bolsonaros. Assistimos cada vez mais ao extremismo nas questões que radicalizam a sustentabilidade ambiental até nos estilos de vida. Quando assisto a uma discussão entre alguém que advoga o veganismo radical e alguém que advoga o seu contrário, não consigo deixar de pensar que, ironicamente, ambos terão pelo menos em comum o facto óbvio de entenderem a Terra como um recurso. Como se as questões se respondessem apenas pelo "sim" e pelo "não".

Ler mais

Exclusivos