Premium Leonardo DiCaprio, a causa ambiental e o planeta como um Titanic

Estreia nesta quarta-feira, em exclusivo na HBO, um documentário produzido e narrado pelo ator. Ice on Fire é um olhar científico sobre a ameaça da vida na Terra e o modo como (ainda) podemos reverter a crise climática.

Se há estrela de Hollywood empenhada na divulgação e no esclarecimento público das grandes questões ambientais, essa estrela é Leonardo DiCaprio. E as suas preocupações não são de hoje nem de ontem. A fundação que criou em 1998, com o seu nome, dedicada à implementação de projetos que visam a proteção e o equilíbrio ecológico do planeta, foi apenas o primeiro passo de uma ação que tem sido firme e continuada - a qual lhe valeu, em 2014, o título de Mensageiro da Paz para as alterações climáticas, nomeado pela ONU.

Desde 2007, ano em que produziu e entrou como narrador no documentário A 11.ª Hora, coassinado por Nadia e Leila Conners (a última é realizadora também do novo Ice on Fire), o ator de Titanic tem-se dividido entre a gestão da sua sólida carreira, já com um Óscar, e o papel ativo em produções que visam aproximar o conhecimento científico de qualquer cidadão. Foi assim com esse filme que dava a conhecer a luta dos cientistas para restaurar a relação harmoniosa entre a humanidade e os ecossistemas - contando com a participação do físico Stephen Hawking e do ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev -, e foi assim com A Inundação da Terra (2016), de Fisher Stevens, documentário a que DiCaprio oferece uma presença ainda mais forte, não só como produtor mas como protagonista de uma viagem à volta do globo, que tem na base a história pessoal por trás do seu empenho na causa.

Ler mais

Exclusivos