Premium A queixa de um empresário francês: "Fui enganado por Pardal Henriques e quero recuperar o dinheiro"

O advogado e ex-vice-presidente do sindicato dos motoristas, Pedro Pardal Henriques, é alvo de uma queixa no DIAP por burla. A acusação é feita por Jean-Christophe Otulakowski, investidor francês em Portugal, que falou pela primeira vez sobre o caso.

O empresário francês Jean-Christophe Otulakowski tem 60 anos e ninguém o conhece em Portugal. Mas é ele o autor da queixa-crime por burla que foi apresentada contra o advogado Pedro Pardal Henriques, candidato pelo partido PDR às eleições de outubro, e ex-vice-presidente do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP). O francês, que tem investimentos em Portugal, já foi ouvido no âmbito do inquérito judicial do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa e garante que Pardal Henriques lhe "ficou com 85 mil euros". Esse valor ter-lhe-á sido entregue para comprar uma propriedade no centro do país, além de outras quantias menores que cobririam serviços de consultadoria jurídica que, garante, não foram prestados.Pedro Pardal Henriques desmente tudo isto e diz ainda não ter sido notificado do processo.

"Já fez um ano desde que fui enganado e quero recuperar o meu dinheiro. Queria dar à justiça tempo de fazer o seu trabalho antes de falar com a imprensa, mas fico muito revoltado quando vejo o Dr. Pedro Pardal Henriques na televisão a falar em nome dos camionistas ou a candidatar-se às eleições [legislativas]", diz Christophe Otulakowski ao DN, durante a sua última estada em Portugal para se reunir com a advogada que o representa no processo da queixa-crime contra o ex-vice-presidente do SNMMP.

Ler mais

Exclusivos