Premium Apoio às startups recebe injeção de 300 milhões

Nova versão do programa de apoio ao empreendedorismo conta com apoios reforçados de investimento e captação de estrangeiros altamente qualificados.

Portugal vai reforçar em cerca de 300 milhões de euros o apoio para a criação de novas empresas tecnológicas (startups). O governo apresenta nesta segunda-feira o Startup Portugal +. A nova versão da estratégia para o empreendedorismo nacional. A aposta em programas de coinvestimento entre o Estado e investidores estrangeiros, juntamente com o reforço dos apoios para a criação de empresas e a captação de quadros internacionais altamente qualificados justificam esta injeção de capital. O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, quer que o ecossistema português "tenha um crescimento tão acelerado como o que teve nos últimos dois anos".

"Trata-se de um investimento de cerca de 300 milhões de euros. Reforçámos este programa porque a primeira versão teve sucesso e o ecossistema empreendedor nacional mudou muito nos últimos dois anos. Tem muito mais visibilidade externa, é um destino para investimento em startups e está no mapa dos investimentos das grandes empresas internacionais", justifica Caldeira Cabral em declarações ao DN/Dinheiro Vivo.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG