Quadros de honra: incentivo ao estudo ou promoção da competição?
Premium

educação

Quadros de honra: incentivo ao estudo ou promoção da competição?

Distinções baseadas nas médias podem ser um incentivo ao estudo, mas também correm o risco de acentuar desigualdades socioeconómicas, promover competição pouco saudável e frustração.

Maria terminou o quinto ano com média de cinco valores, o que lhe valeu um diploma de mérito. Recebeu a distinção há alguns dias, numa cerimónia organizada pela escola, que contou com a presença da família. A mãe, Patrícia, não esconde o orgulho de ver o esforço da filha reconhecido, mas, por outro lado, olha com alguma indignação para esta dinâmica de reconhecimento dos alunos com base nas notas. "É injusto para algumas crianças. Não acho certo que alguns alunos se sintam inferiorizados", diz ao DN, destacando que apenas uma minoria recebeu diplomas (de mérito académico, desportivo e social).

Enquanto professora do primeiro ciclo numa escola do distrito de Aveiro, Patrícia sabe que há muitas famílias que não têm "possibilidades ou disposição" para ajudar os filhos a estudar. "Eu prescindo de muito do meu tempo para ajudar a minha filha. Estou sempre em cima dela. Há crianças que não precisam de trabalhar muito, mas a minha filha precisa", afirma. Aqueles que não têm acompanhamento são muitas vezes aqueles que não atingem as notas máximas e, consequentemente, que não recebem distinções. "É muito injusto."

Ler mais

Exclusivos