Premium O Pinhal de Leiria continua à espera

O ano de 2017 ficará para sempre marcado na memória do povo português: mais de cem pessoas morreram, vítimas dos incêndios florestais que deflagraram nesse ano, e foram destruídos mais de 440 mil hectares de floresta. Só nos dias 16 e 17 de outubro de 2017, de acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, foram consumidos pelas chamas 190 090 hectares de floresta, em 36 concelhos da região centro, totalizando cerca de 45% da área total ardida em 2017. Além dos recursos naturais, cerca de 1500 casas e meio milhar de empresas foram igualmente dizimadas.

Até o Pinhal de Leiria, uma das grandes heranças do património natural do nosso país, mandado plantar pelo rei D. Afonso III no século XIII e aumentado pelo rei D. Dinis I, teve 86% da sua área completamente consumida pelas chamas.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG