Pilotos da TAP aprovam acordo de emergência

Os pilotos da TAP, membros do SPAC, deram luz verde ao acordo temporário e de emergência negociado entre o sindicato e a empresa. Regime sucedâneo não avança.

Os pilotos da TAP deram luz verde ao acordo de emergência negociado entre o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC), a TAP e o governo. O acordo tinha já sido firmado entre o sindicato e a empresa mas tinha de ser ratificado pelos associados da estrutura sindical. A votação decorreu esta sexta-feira, 26 de fevereiro, e o documento foi aprovado.

"Os pilotos da TAP reunidos em Assembleia de Empresa aprovaram o Acordo de Emergência proposto pela empresa. Desse modo decidiram eles próprios abdicar de 50% dos seus vencimentos para a recuperação da TAP. O Sindicato dos Pilotos congratula-se com a participação massiva de 96,8% dos Associados", indica o comunicado enviado às redações.

Leia a notícia completa no DInheiro Vivo

Ana Laranjeiro é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG