Os objetos que vão desaparecer da nossa vida em breve

Ainda se lembra de quando foi a última vez que alugou uma cassete de vídeo, pagou com um cheque ou foi a uma cabine telefónica fazer uma chamada?

Talvez ainda faça algumas destas coisas que estão na galeria, mas existem boas hipóteses de, num futuro próximo, as tenha de substituir com ações mais modernas, simples e atualizadas às novas tecnologias.

E se o fim do dinheiro físico há muito que ainda está por concretizar mas já conseguimos sair de casa só como o telemóvel e pagar um sem número de serviços, há muitos outros bens ou serviços que são mais facilmente substituídos por completo.

Estas são as 33 coisas que ainda estão presentes no nosso dia-a-dia, mas que estão, lentamente, a desaparecer do nosso uso diário.

Dinheiro

Certamente que o dinheiro terá lugar nas nossas vidas por mais algum tempo, mas o simples facto de poder usar um cartão de crédito ou débito em qualquer lugar, como por exemplo num restaurante ou num outro tipo de serviço, isto veio a tornar o dinheiro muito menos necessário. Várias Apps como o MB Way, facilitam ainda mais uma sociedade sem dinheiro.

Comandos de televisão

Os comandos de televisão pareciam um luxo nas décadas de 1970 e 1980, quando os dispositivos começaram a aparecer, mas agora os serviços de TV cabo e de streaming oferecem aplicações para smartphones que fazem de tudo, desde mudar de canal, ativar legendas e aumentar o volume.

Chaves do carro

Se comprou um carro novo nos últimos anos, talvez já não venha com chave. Os carros modernos vêm com porta-chaves e mini-comandos que permitem trancar e destrancar o carro com o pressionar de um botão, ou até mesmo não precisar de colocar a chave na ignição.

Chaves de quarto de Hotel

Nos hotéis é raro ter uma chave de metal presa a uma etiqueta de plástico gigante para ter acesso a um quarto, como antes era o normal. Os cartões magnéticos são baratos, fáceis de usar, cabem confortavelmente no bolso ou na carteira e podem ser recodificados e reutilizados.

Chaves da casa

Chaves domésticas ainda são usadas por muitos, mas há vantagens em mudar para fechaduras com códigos numéricos que abrem a porta ao digitar um pin. Por exemplo: Não há chaves que possam ser perdidas, roubadas ou esquecidas. As crianças podem memorizar um código simples e não precisam de se preocupar se perdem ou esquecem da chave.

Carros com mudanças manuais

Os carros que utilizam mudanças manuais estão a desaparecer. Carros com mudanças automáticas tornaram-se mais eficientes.

Livros de estudo

Se estudou há algum tempo ou tem filhos a estudar, provavelmente ainda se lembra de ter de desembolsar bastante dinheiro para livros pesados e caros para a escola. Este tipo de livros estão a mudar para o mundo digital.

Quadros de sala de aula

Os famosos quadros-negros, também conhecidos como ardósias, estão a desaparecer há muito tempo, sendo substituídos pelos mais limpos quadros brancos ou os quadros digitais inteligentes.

Marcos de correio

Estes famosos marcos de correio ou até mesmo as tradicionais caixas de correio domésticas estão a perder importância devido ao aumento do número de pessoas a trocarem e-mails e a utilizarem serviços de mensagens instantâneas.

Telefones públicos

Os telefones públicos estão a entrar na história como obsoletos: hoje em dia, todos temos um telemóvel no bolso e simplesmente não vale a pena manter os telefones públicos - sujeitos muitas vezes a vandalismo.

Sacos de plástico

Os sacos de plástico estão a ser trocados por sacos de papel na maioria das superfícies comerciais, mas uma maneira ambientalmente mais segura de fazer compras é trazer os seus próprios sacos reutilizáveis. E se já lhe deram a opção de "papel ou plástico?" - Escolha papel.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG