Lagarde avisa que taxas de juro precisam de subir a um "ritmo constante"

Líder do Banco Central Europeu diz que as taxas de juro precisam de continuar a subir a um "ritmo constante" para evitar que a inflação se instale.

A líder do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, disse esta segunda-feira que as taxas de juros precisam de continuar a subir a um "ritmo constante" para evitar que a inflação se instale.

Embora os preços da energia tenham caído recentemente, Lagarde disse que a inflação subjacente continua a subir.

"É vital que as taxas de inflação acima da meta de 2% do BCE não se tornem entrincheiradas na economia", afirmou durante um evento organizado pela operadora da bolsa de valores de Frankfurt.

Em menos de seis meses, o BCE elevou as suas principais taxas de juros em 2,5 pontos percentuais, o aumento mais rápido da história.

"As taxas de juros do BCE ainda terão que subir significativamente a um ritmo constante para atingir níveis suficientemente restritivos e permanecer nesses níveis pelo tempo que for necessário" para reduzir a inflação, acrescentou Lagarde. "Precisamos de reduzir a inflação. E vamos cumprir essa meta", prometeu.

Os formuladores de políticas do BCE devem aumentar as taxas nas suas reuniões em fevereiro e março. "Vamos manter o curso para garantir o retorno oportuno da inflação à nossa meta", disse Lagarde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG