Jipes feitos em Estarreja. Fábrica já tem terrenos para a construção

Projeto irá criar numa primeira fase 200 novos postos de trabalho na região.

Com Estarreja confirmada como sede de uma fábrica para a produção do jipe 4x4 Grenadier da INEOS Automotive, a empresa britânica irá assinar nesta quarta-feira um protocolo com a autarquia local com vista ao início dos trabalhos para a construção daquela infraestrutura que irá atrair mais investimento e criar numa primeira fase 200 novos postos de trabalho na região.

Sobre a nova infraestrutura de Estarreja, Mark Tennant, diretor comercial da INEOS Automotive, revela ao DN/Dinheiro Vivo/Motor24 que "há ainda muito trabalho para fazer, porque apenas agora conseguimos concretizar a aquisição de todos os terrenos, mas estamos a avançar. Será um calendário apertado, mas estamos confiantes de que poderemos cumprir todos os prazos". Contactada, a Câmara Municipal de Estarreja confirma que, "a não ser em uma ou outra situação que faltará formalização, está praticamente tudo comprado".

O responsável da recém-criada marca britânica explica que a escolha de Portugal obedeceu a um conjunto de fatores que levou a melhor sobre outras potenciais localizações para o estabelecimento da fábrica que irá servir de suporte à infraestrutura principal, também à espera de construção, no País de Gales.

"Houve alguns fatores importantes para a escolha. Um deles foi a cadeia pan-europeia de fornecimento para construir veículos na Europa e parte do foco em Portugal foi o facto de aí podermos estar em contacto próximo com empresas que estão na Península Ibérica, como a Gestamp, da qual somos bastante próximos, ou também a Caetano, com a qual estamos próximos para algum potencial envolvimento nalguns aspetos do desenvolvimento", explica, apontando ainda que "ficámos muito impressionados com a receção e com o apoio que tivemos ao lidar com toda a burocracia e com todos os pedidos de planeamento. O governo português foi excelente, bem como a AICEP e a autarquia local. Isso foi muito importante. Foi um pouco como o País de Gales, onde o governo também foi muito solícito e solidário".

O diretor comercial da INEOS Automotive não quis adiantar números específicos em relação ao investimento em Estarreja, adiantando que "falamos apenas em termos absolutos. O investimento no projeto é de cerca 600 milhões de libras e não temos valores discriminados". Destacou, porém, o contributo que será dado em termos laborais com a "criação de 200 empregos inicialmente, que podem chegar potencialmente aos 500 postos de trabalho diretos se atingirmos os nossos objetivos".

Novo jipe no final de 2021

Prossegue a bom ritmo o trabalho de desenvolvimento do novo jipe Grenadier, cujo lançamento no mercado está previsto para o final de 2021. E, paralelamente, estão também a ser dados os primeiros passos concretos com vista à construção de um novo complexo industrial para a produção de sub-chassis em Estarreja, o qual deverá estar pronto em abril de 2022. Para a fase inicial de produção do novo veículo, a INEOS Automotive irá recorrer à austríaca Magna Steyr, que conta com larga experiência no fabrico de veículos, sobretudo na área dos 4x4, sendo também o local de produção dos Classe G da Mercedes-Benz.

O INEOS Grenadier será um jipe de tração integral e alta robustez, pensado por Jim Ratcliffe, multimilionário e CEO da INEOS, para ser um sucessor espiritual do Land Rover Defender, como chegou a admitir inicialmente. No entanto, Tennant garante que já se "avançou um pouco face a essa ideia inicial. "Se olharmos para as nossas inspirações, penso que são mais latas e creio que remetem para os heróis 4x4 originais, como o Jeep Willys, o [Land Rover] Defender Série I, o FJ40 Land Cruiser da Toyota ou até o Mercedes-Benz Classe G".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG