IA em Portugal. Combater o bullying e melhorar a sociedade

A investigadora Ana Paiva trabalha na área da inteligência artificial há mais de vinte anos e é especialista na relação homem-máquina

A empatia e o afeto são das características humanas mais complexas e aparentemente opostas do conceito de máquina. Mas parte do trabalho da investigadora portuguesa Ana Paiva, que está na área da inteligência artificial há mais de vinte anos, é dedicado a esta área. Professora do Departamento de Engenharia Informática do Instituto Superior Técnico e coordenadora do GAIPS – (Grupo de Investigação em IA para as Pessoas e a Sociedade) do INESC-ID, a investigadora tem especial interesse nos aspetos sociais e afetivos dos agentes artificiais e vai falar da utilização de IA para benefício da sociedade na Vodafone Business Conference — A Caminho do Futuro.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia