Crise dos combustíveis: “Temos sido ignorados”

Reportagem em Aveira de Cima, no CLC, a Companhia Logística de Combustíveis, onde os motoristas de matérias perigosas estão reunidos (vídeo).

Por baixo de um viaduto, protegidos da chuva, algumas dezenas de motoristas de matérias perigosas (e alguns jornalistas) esperam por novidades da Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) e do governo, sobre as suas reivindicações de melhores ordenado para quem trabalhar 12 a 15 horas por dia. É ali, em Aveiras de Cima, que está a CLC, a Companhia Logística de Combustíveis – o maior centro de abastecimento do país.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Exclusivos