Governo promete revolução na gestão dos transportes coletivos

António Costa quer definir uma mecanismo de financiamento que garanta a estabilidade do preço dos passes durante os próximos quatro anos.

O governo reitera que vai manter o valor dos novos passes, durante toda a legislatura, dando "um sinal de confiança e estabilidade na prossecução desta política tarifária ambiciosa", lê-se no programa do governo aprovado hoje em Conselho de Ministros. Ou seja, o Navegante Municipal, Navegante Metropolitano e Navegante Família continuarão a custar 30, 40 e 60 ou 80 euros, respetivamente.

Para isso o Executivo avança com a intenção de "definir um mecanismo de financiamento do PART [Programa de Apoio à Redução do Tarifário dos Transportes Públicos] assente numa nova receita própria das áreas metropolitanas e comunidades intermunicipais, tendo em vista assegurar a estabilidade desta política".

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG