Disney entra na China: Tudo menos um conto de fadas

Cada chinês gasta pouco mais do que 2,5 euros por ano em parques de diversões. Disney e Wanda concorrem no negócio da diversão

16 de junho. É neste dia que a Disney vai abrir o primeiro parque de diversões na China, na cidade de Xangai, semelhantes aos de Paris e em Orlando, nos Estados Unidos, por exemplo. Só que a empresa norte-americana não vai viver um conto de fadas num dos maiores mercados do mundo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG