Demissões na TAP. Diogo Lacerda Machado e Esmeralda Dourado saem da companhia

Diogo Lacerda Machado e Esmeralda Dourado apresentaram a demissão do Conselho de Administração da TAP, de acordo com o jornal online Eco. Saídas devem acontecer no final de abril.

Diogo Lacerda Machado e Esmeralda Dourado apresentaram a demissão do Conselho de Administração da TAP com efeitos a partir do final de abril, avança o jornal online Eco. Os responsáveis ainda devem assinar as contas de 2020, saindo depois.

O mandato do atual conselho de administração terminou em dezembro. Contudo, e dado que o plano de reestruturação está ainda a ser negociado em Bruxelas, a assembleia geral eletiva está atrasada, não havendo data ainda para a sua realização, o que precipitou o anúncio de saída destes dois gestores, com ou sem reunião de acionistas, diz o Eco.

Esta notícia surge depois de nos últimos dias a TAP ter revelado que ia aderir ao lay-off clássico. Numa comunicação interna, a companhia aérea explica aos funcionários que "do presente processo de 'lay-off' não resultará redução de remuneração para os trabalhadores para além da que resultar das reduções determinadas pelo(s) Acordo(s) de Emergência celebrados com as organizações sindicais".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG