Carlos Costa critica "falta de escrutínio" a decisores europeus

Governador critica sistema para supervisão bancária a nível europeu, com demasiados decisores em Bruxelas e extraindo autoridade ao poder nacional

O governador do Banco de Portugal aproveitou a presença na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ao Banif para lançar críticas aos mecanismos atualmente existentes a nível europeu para o setor bancário, lamentando a falta de escrutínio aos decisores europeus por parte das opiniões públicas afetadas pelas suas decisões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG