Banco de Fomento aprova candidaturas ao programa de recapitalização no valor de 77 milhões de euros

As empresas a investir são a Pluris Investments, MD Group, Viagens Abreu, Coindu -- Componentes para a Indústria Automóvel, Lunainvest - SGPS, ERT -- Têxtil Portugal, Hubel Agrícola SGPS, Orbitur -- Intercâmbio de Turismo, Têxtil António Falcão, Travel Store - Prestação de Serviços - Viagens, Enging -- Make Solutions e Qualhouse -- Produtos Alimentares.

O Banco Português de Fomento (BPF) aprovou as candidaturas de 12 empresas ao Programa de Recapitalização Estratégica do Fundo de Capitalização e Resiliência (FdCR) no valor de quase 77 milhões de euros, foi anunciado esta sexta-feira.

"Foram aprovadas, no dia 30 de junho, as primeiras operações ao abrigo do Programa de Recapitalização Estratégica do Fundo de Capitalização e Resiliência, gerido pelo Banco Português de Fomento e criado no contexto do Plano de Recuperação e Resiliência nacional para ajudar a reforçar o capital e a solvência de empresas viáveis", indicou, em comunicado.

No âmbito do quadro temporário de auxílios de Estado covid-19 (Janela B) deste instrumento financeiro, foram assim aprovadas operações de investimento no valor de 76,7 milhões de euros.

De acordo com a mesma nota, as empresas a investir pelo BPF, através do FdCR, são a Pluris Investments, MD Group, Viagens Abreu, Coindu -- Componentes para a Indústria Automóvel, Lunainvest - SGPS, ERT -- Têxtil Portugal, Hubel Agrícola SGPS, Orbitur -- Intercâmbio de Turismo, Têxtil António Falcão, Travel Store - Prestação de Serviços - Viagens, Enging -- Make Solutions e Qualhouse -- Produtos Alimentares.

O Programa de Recapitalização Estratégica conta com 400 milhões de euros de dotação global, através de fundos do FdCR, tendo por objetivo estimular o crescimento sustentável da economia e colmatar a "delapidação" de capitais próprios durante a crise gerada pela pandemia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG