Autoeuropa propõe aumento de 5,2% aos trabalhadores já a partir de dezembro

Nos dias 17 e 18 de novembro, os trabalhadores da Autoeuropa tinham levado a cabo uma greve como forma de protesto pela falta de um aumento salarial extraordinário.

A administração e a comissão de trabalhadores (CT) da Volkswagen-Autoeuropa chegaram a acordo para um aumento salarial extraordinário já a partir do mês de dezembro. Os trabalhadores da fábrica de Palmela vão beneficiar de uma subida salarial de 5,2% antes do fim do ano, no lugar de esperarem por janeiro de 2023 para verem as remunerações subirem 2%.

Em comunicado, a comissão de trabalhadores da Autoeuropa informa que esta proposta da administração é o resultado de "várias reuniões" entre as duas partes, sendo que os valores acordados ainda terão de ser aprovados pelos trabalhadores por referendos nos dias 4 e 5 de dezembro.

O acordo alcançado está disponível na página de Facebook da CT. Por exemplo, um trabalhador de "nível 2" que, em janeiro deste ano, auferia 1 148,5 euros (mais 287,13 euros de subsídio de turno) vai passar a receber, a partir de dezembro, 1.208,5 euros (mais 302,13 euros de subsídio de turno). Ou seja, vai levar para casa mais 75 euros.

Os trabalhadores da Autoeuropa vinham, há algum tempo, a reivindicar um aumento salarial extraordinário de 5% já em dezembro. Perante a falta de resposta, e por essa reivindicação, os funcionários fizeram greve nos dias 17 e 18 de novembro.

José Varela Rodrigues é jornalista do Dinheiro Vivo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG