A street art invadiu o Super Bock Super Rock

Guitarras gigantes feitas de desperdício, nenúfares, workshops de graffiti. A Super Bock deu espaço à street art no festival a que dá nome há 25 anos

Uma guitarra gigante tem recebido os milhares de festivaleiros que nos últimos dois dias têm rumado ao Parque das Nações, em Lisboa, para o Super Bock Super Rock, que hoje encerra. O objeto é a prova que na arte, tal como na natureza, tudo se transforma. E o street artist Bordalo II dá corpo a isso usando o desperdício para recriar de forma artística o festival ao qual a marca de cerveja da Unicer dá nome há 25 anos.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG