Vice-presidente do Comité Olímpico japonês infetado com coronavírus

No dia em que o primeiro ministro do Japão reafirmou a intenção de realizar os Jogos Olímpicos de Tóquio nas datas previstas, um alto dirigente do desporto nipónico acusou positivo no teste ao covid-19.

Kozo Tashima, vice-presidente do Comité Olímpico do Japão, testou positivo ao covid-19, segundo revelou esta terça-feira o jornal japonês Kyodo News.

O ex-jogador de futebol da década de 1980, de 62 anos, que também desempenha o cargo de presidente da Associação de Futebol do Japão, esteve em viagens sucessivas entre o final de fevereiro e o início de março, pelo Reino Unido, Holanda e Estados Unidos, onde participou em diversas reuniões relativas à candidatura do Japão ao Campeonato do Mundo de futebol feminino de 2023.

Quando regressou ao país de origem, não participou na reunião do conselho de administração do Comité Olímpico Japonês, que se realizou esta segunda-feira em Tóquio, porque estava febril. No mesmo dia, foi testado e deu positivo ao covid-19.

Este caso de coronavírus no Comité Olímpico do Japão surge numa altura em que é muito discutida a possibilidade de adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que se deviam realizar entre os dias 24 de julho e 9 de agosto. Ainda esta terça-feira, o primeiro ministro japonês Shinzo Abe reforçou a intenção de que o evento se realize nas datas previstas, apesar de vários países estarem a ser afetados com a pandemia.

"Pretendemos realizar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio para provar que a humanidade pode derrotar o novo coronavírus", frisou Shinzo Abe numa conferência de imprensa que contou com a presença da ministra para os Jogos, Seiko Hashimoto.

Siga aqui todos os desenvolvimentos do surto.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG