Um recorde, cinco estreias e muitos repetentes nos campeonatos nacionais em pista coberta

Auriol Dongmo (Sporting) bateu este sábado o recorde nacional no peso, fixando-o em 18,37 metros. Nelson Évora (Sporting) arrebatou o oitavo título nacional no triplo salto

A lançadora Auriol Dongmo bateu este sábado o recorde nacional no peso, na primeira jornada dos campeonatos de Portugal de atletismo em pista coberta, que se saldaram por cinco novos campeões e nove repetentes.

Auriol Dongmo (Sporting) voltou a melhorar o recorde nacional, fixando-o em 18,37 metros (mais seis centímetros que a sua anterior marca), num concurso que valeu às outras medalhadas a presença nos Europeus de 2020 - Eliana Bandeira (Benfica), com 17,39, e Francislaine Serra (Sporting), com 17,19 -, e sagrou-se pela primeira campeã de Portugal, tal como a estreante Mariana Machado (Sporting de Braga) e Isaac Nader (Benfica), nos 1500 metros, Diogo Antunes (Benfica), nos 60, e Vera Barbosa (Sporting), nos 400.

Os outros nove títulos entregues na Expocentro foram arrebatados pelos seus detentores ou por antigos vencedores, com destaque para o 20.º de João Vieira (Sporting), nos 5000 de marcha, o 10.º de Ana Cabecinha (CO Pechão), o nono seguido, nos 3000 de marcha, o oitavo de Nelson Évora (Sporting), no triplo, e o quinto Anabela Neto (Sporting), no salto em altura.

O campeão olímpico em Pequim2008 voltou ao lugar mais alto do pódio, que não ocupava desde 2017, com 16,51 metros, enquanto o seu principal rival na especialidade, Pedro Pablo Pichardo (Benfica), era desclassificado na prova de 60 metros, por falsa partida.

Nesta competição de velocidade, Diogo Antunes (Benfica), em 6,69 segundos, destronou Frederico Curvelo e relegou o companheiro de equipa para a segunda posição, com mais um centésimo de segundo (6,70), tal como os sportinguistas Carlos Nascimento e Yazaldes Nascimento.

Mariana Machado, campeã nacional dos 1500 metros

Nos 1500 metros, Mariana Machado venceu destacada na estreia, em 4.13,98 minutos, à frente da companheira de equipa Carla Mendes (4.18,79). "Chegou o meu primeiro ano de sub-23 e a altura de poder participar nestes campeonatos, conseguindo inscrever o meu nome como uma das campeãs dos 1.500 metros", explicou Mariana Machado, lamentando as ausências de Marta Pen, Salomé Afonso e Patrícia Silva - as duas últimas por lesão -, pela falta de "competitividade para, nos últimos metros, haver a disputa que leva ao limite".

Mesmo assim, a atleta bracarense enalteceu o seu feito e agradeceu a colaboração de uma 'rival' na obtenção deste registo."Era importante ser campeã nacional, mas também conseguir boas marcas para tentar uma qualificação olímpica através do 'ranking', que é o meu maior sonho. Foi a pensar nisso que procurei alguém que me pudesse ajudar e tenho de agradecer à Camila [Gomes] e ao professor [Paulo] Barrigana, pela ajuda incrível para conseguir a segunda melhor marca do ano, a um segundo do recorde pessoal [4.12,52]", referiu.

Na primeira final do dia, Anabela Neto (Sporting) sagrou-se pela quinta vez campeã no salto em altura, com 1,86 metros, ao melhorar o recorde pessoal e dos campeonatos, que já lhe pertencia desde 2017, elevando a fasquia a 1,90 metros, que acabou por derrubar sem conseguir o recorde nacional, de 1,88, detido por Naide Gomes desde 2004.

"É a segunda vez que bato o recorde dos campeonatos, com direito a recorde pessoal, para mim é ótimo revalidar um título de campeã nacional. Esta tem sido a minha pista da sorte! Há muito tempo que andava a tentar os 1,86 e os 1,90 são o meu objetivo de época, porque é a marca de qualificação para os Europeus", afirmou a saltadora do Sporting.

Evelise Veiga (Sporting), no salto em comprimento, e Lorene Bazolo, nos 60 metros, conquistaram os títulos pela quarta vez, mais uma do que Marta Onofre, campeã no salto com vara, enquanto João Coelho (Benfica) revalidou o cetro nos 400 metros e Rubem Miranda (Sporting) recuperou o título que tinha conquistado em 2018 no salto com vara.

Lista dos campeões nacionais em pista coberta

Femininos

Salto em altura: Anabela Neto (Sporting), 1,86 metros.

Salto com vara: Marta Onofre (Sporting), 4,25 metros.

Salto em comprimento: Evelise Veiga (Sporting), 6,48 metros.

1500 metros: Mariana Machado (Sporting de Braga), 4.13,98 minutos.

3000 metros marcha: Ana Cabecinha (CO Pechão), 12.34,10 minutos.

Lançamento do peso: Auriol Dongmo (Sporting), 18,37 metros.

60 metros: Lorene Bazolo (Sporting), 7,35 segundos.

400 metros: Vera Barbosa (Sporting), 53,34 segundos.

Masculinos

5000 metros marcha: João Vieira (Sporting), 19.38,98 minutos.

Salto com vara: Rubem Miranda (Sporting), 5,34 metros.

1500 metros: Isaac Nader (Benfica), 3.52,79 minutos.

Triplo salto: Nelson Évora (Sporting), 16,51 metros.

60 metros: Diogo Antunes (Benfica), 6,69 segundos.

400 metros: João Coelho (Benfica), 47,62 segundos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG