Taison foi insultado, reagiu, foi expulso e apanhou um jogo de castigo

Brasileiro do Shakthar mostrou o dedo do meio aos adeptos que lhe dirigiam comentários racistas.

A Associação Ucraniana de Futebol confirmou a suspensão de um jogo para Taison (Shakhtar), por mostrar o dedo do meio e chutando a bola em direção dos adeptos do Dínamo de Kiev que o insultavam.

O caso aconteceu no último dia 10 de novembro, por volta dos 75 minutos do jogo entre o Shakhtar de Luís Castro e o Dínamo Kiev, da liga ucraniana. O internacional brasileiro cometeu uma falta sobre um jogador do Dínamo e foi alvo de insultos racistas. O jogador reagiu mostrando o dedo do meio aos adeptos e pontapeando uma bola na direção da bancada antes de ser expulso do jogo. Agora sabe-se que apanhou um jogo de castigo.

O Dínamo de Kiev também recebeu uma punição. A Associação Ucraniana de Futebol ordenou que o clube jogasse uma partida à porta fechada e pagasse uma multa de 500 mil Grívnia (equivalente a 18.600 euros).

A Fifpro (associação internacional de jogadores) não gostou do castigo e saiu em defesa do jogador. "Estamos muito decepcionados com a decisão da Associação Ucraniana de Futebol de punir Taison com um jogo. Sancionar uma vítima de racismo vai além da compreensão e joga a favor daqueles que promovem esse comportamento vergonhoso", escreveu no Twitter.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG