Sp. Braga vence Besiktas em Istambul

O Sporting de Braga venceu esta quinta-feira, na Turquia, o Besiktas por 2-1, na terceira jornada do Grupo K da Liga Europa de futebol, num jogo em que foi melhor, mas teve a sorte do adversário falhar um penálti.

Os minhotos continuam a fazer uma grande campanha na Europa e, contando com as pré-eliminatórias, já vão com seis vitórias e um empate, sendo agora líderes isolados do Grupo K, com sete pontos, depois da vitória por 2-1 do Wolverhampton (segundo, com seis) em casa do Slovan Bratislava (terceiro, com quatro). O Besiktas é quarto e último, com zero.

Com o caminho aberto para a fase seguinte, o Braga marcou primeiro, por Ricardo Horta, aos 38 minutos, Umut Nayir empatou, aos 71, e, já depois de Ljajic ter falhado um penálti, aos 74, Wilson Eduardo sentenciou a partida, aos 80.

O Sporting de Braga jogou no sábado frente ao Leça, para a Taça de Portugal, e Ricardo Sá Pinto mudou quase toda a equipa, mantendo apenas Bruno Viana e Ricardo Horta.

Desfalcado devido a várias lesões, ainda sem pontos na Liga Europa e a realizar um campeonato aquém das expectativas, o Besiktas aproveitou o fator casa para uma entrada forte.

O ex-vimaranense Tyler Boyd quase inaugurou o marcador, mas o chapéu sobre Matheus foi ao poste, logo aos cinco minutos, e, pouco depois, aos oito, o lateral esquerdo português Pedro Rebocho também esteve perto do golo.

O Sporting de Braga acertou as marcações e foi ganhando o controlo da partida, passando a assumir uma pressão logo na primeira fase de construção de jogo dos turcos.

Aos 22 minutos, Paulinho rematou com perigo à meia volta e, pouco depois, Ricardo Horta rematou ao lado, após centro largo de Galeno.

Aos 38 minutos, e fruto dessa pressão alta, Paulinho intercetou um mau passe de Ozyakup, deu a Galeno que rematou contra Karius e, na recarga, perante a baliza deserta, Ricardo Horta fez facilmente o seu sexto golo europeu da temporada (oitavo no total).

Na segunda parte, o jogo inverteu-se, agora com uma melhor entrada do Braga, que dispôs de duas boas oportunidades para dilatar a vantagem, com remates de Galeno ao poste (48 minutos) e de João Novais para boa defesa de Karius (53).

O Besiktas reagiu e, consequência também das alterações do seu técnico, foi empurrando os bracarenses para o seu último reduto. Aos 71 minutos, o recém-entrado Umut Nayir empatou a partida, emendando ao segundo poste, de cabeça, um centro largo da esquerda.

O Braga tremeu e, logo a seguir (74), o Besiktas podia mesmo ter consumado a reviravolta no marcador, mas Ljajic desperdiçou uma grande penalidade -- atirou ao poste esquerdo - que tinha conquistado, depois de sofrer uma falta imprevidente de Pablo.

Sá Pinto fez entrar Agbo e Wilson Eduardo e o experiente avançado, já depois de ter falhado na cara de Karius (77 minutos), não perdoou logo a seguir (80), numa jogada que começou numa rápida reposição de Matheus e prosseguiu numa cavalgada de Esgaio e numa assistência de Galeno.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG