Solskjaer telefonou a Ronaldo antes de contratar Bruno Fernandes

O treinador do Manchester United está encantado com o médio português, que diz ser "exigente" com ele e com os colegas.

Ole Gunnar Solskjaer, treinador do Manchester United, falou pelo telefone com Cristiano Ronaldo sobre Bruno Fernandes antes de avançar para a contratação do médio português ao Sporting.

"Chegar ao Cristiano Ronaldo foi fácil para mim, pedi o número dele ao Evra. As recomendações que ouvi de Ronaldo deixaram o Bruno numa boa posição", revelou o treinador norueguês, no podcast 'The High Performance'.

Solskjaer desfez-se em elogios a Bruno Fernandes e disse estar impressionado com a sua humildade e postura: "É muito exigente, comigo e com os colegas de equipa. No primeiro dia no clube, cumprimentou toda a gente. Não chegou aqui a pensar 'eu sou o maior'. Nada disso, apertou a mão, individualmente, a todos os funcionários".

Solskjaer, antigo campeão europeu pelo Manchester United, vai mais longe e diz mesmo que ficou claro logo no primeiro dia que Bruno Fernandes chegou para treinar com os colegas que "era um líder" pela forma como "conquistou imediatamente o respeito de todos".

Sobre as capacidades futebolísticas do ex-jogador do Sporting, Solsjkaer também não se contém: "É claro que tem imenso talento. Dá para ver que a qualidade está lá. Vimos isso durante muito tempo, mas ele ainda eleva mais o seu nível nos momentos importantes. Ele faz cruzamentos, assiste, marca golos, bate os penáltis. Fez isso num período de tempo mais curto do que o esperado."

Na sexta-feira, o médio português foi considerado o jogador do mês de junho da Premier League. Bruno Fernandes tornou-se no sétimo jogador a receber o galardão duas vezes consecutivas e passou a integrar um restrito clube que conta precisamente com Cristiano Ronaldo, além de Mohamed Salah, Jamie Vardy, Harry Kane, Dennis Bergkamp e Robbie Fowler.

Os quatro golos marcados pelo internacional português ao longo do período a que se reporta o troféu (que inclui a primeira quinzena de março), ao Everton, Brighton (2) e Tottenham, do português José Mourinho, foram decisivos para a sua segunda distinção consecutiva (a anterior foi em fevereiro).

O antigo jogador do Sporting é mesmo o primeiro a receber a distinção logo nos dois meses de estreia na Premier League.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG