Sócios do Benfica chumbam orçamento para 2020-21

Numa votação renhida, 48,25% dos sócios do Benfica chumbaram o orçamento de investimentos e o plano de atividades elaborados pela Direção

Os sócios do Benfica chumbaram esta sexta-feira em Assembleia Geral Ordinária o orçamento de investimentos e o plano de atividades elaborados pela Direção para 2020-21.

48,25% dos associados disseram não à aprovação das contas, enquanto 47,79% disseram sim, registando-se uma abstenção na ordem dos 3,93%, informaram as águias no site oficial.

Votaram 1505 associados, com direito a um total de 37 965 votos.

A reunião magna, marcada pelas normas de higiene e segurança indicadas pela Direção-Geral da Saúde tendo em conta o combate ao covid-19, teve início às 15.00 e decorreu até às 22.00. A votação dos associados foi feita presencialmente no Pavilhão n.º 2 do Complexo Desportivo Estádio do Sport Lisboa e Benfica, por via eletrónica.

Com este resultado, é a segunda vez que o orçamento proposto pela direção encarnada liderada por Luís Filipe Vieira é chumbado em AG, depois de em 2012 o mesmo ter sucedido com o chumbo ao Relatório e Contas relativo à época 2011-2012.

Este chumbo acontece numa altura em que a equipa principal de futebol do Benfica atravessa uma crise de resultados, tendo apenas vencido dois dos últimos 12 jogos oficiais e permitido que o FC Porto ganhasse algum conforto na liderança da I Liga.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG