Sérgio Conceição: "Temos de melhorar algumas coisas"

O treinador do FC Porto admitiu que a sua equipa não esteve bem no jogo com o Rangers, no Dragão, há duas semanas, mas garante que o adversário está "bem estudado" e promete uma resposta diferente esta quinta-feira em Glasgow.

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, assumiu esta quarta-feira, em Glasgow, que a sua equipa tem de "melhorar algumas coisas" no jogo de amanhã com o Rangers, a contar para a 4.ª jornada do grupo G da Liga Europa, comparativamente àquilo que fez há duas semanas, no Dragão, onde cedeu um empate 1-1 perante os escoceses.

"Temos que melhorar algumas coisas que não fizemos tão bem no Dragão. O Rangers é uma equipa forte, mas nós também somos. Vamos procurar ser melhores do que aquilo que fomos no primeiro jogo. Sabemos que este é um ambiente difícil de se jogar, mas nós estamos habituados a este tipo de pressão", frisou o técnico portista, acrescentando que nesta fase da prova "todos os jogos são importantes" para as contas do apuramento.

Sérgio Conceição garantiu ainda que o Rangers foi "muito bem estudado", admitindo que "tiveram mérito pelo jogo que fizeram" no Dragão, embora reconheça que a sua equipa teve "algum demérito porque fez um jogo menos conseguido". "O Rangers é uma equipa muito interssante em termos ofensivos e contra um adversário que não seja muito móvel pode colocar dificuldades. Cabe-nos fazer mais para ganhar o jogo", sublinhou.

E nesse contexto explicou as razões porque o FC Porto não foi tão competente no jogo de há duas semanas: "A forma como pressionámos o Rangers não foi a melhor. Deixámos o adversário sair à vontade e explorar o corredor contrário porque eles dão muita largura aos laterais. E não fomos eficazes no nosso processo ofensivo."

Steven Gerrard, treinador dos escoceses, atribuiu favoritismo ao FC Porto nesta partida, algo que Conceição não quis comentar, embora não tenha contido uma apreciação sobre o tema: "É a opinião dele. Já tive a oportunidade de dizer que o FC Porto está habituado a jogar na Liga dos Campeões e desde do primeiro momento disse que este era um grupo forte e equilibrado. As equipas com quem jogamos nesta fase de grupo tem qualidade e amanhã vamos apanhar um Rangers que faz da agressividade um momento importante."

Uma das ausências notadas na comitiva que viajou para a Escócia foi o avançado Marega, algo que Sérgio Conceição desvalorizou. "Quando jogava o Marega diziam que nós erámos previsíveis. Agora que não joga o Marega dizem que temos uma circulação de bola mais apagada ou mais elaborada. Por vezes dizer-se muito uma coisa começa a parecer verdade, mas não é por aí."

Questionado sobre o ambiente que espera o FC Porto no Ibrox Park, o treinador admitiu que "o ambiente é especial". "Já joguei uma vez na Escócia pela seleção e sei que são ambientes quentes e fervorosos, mas não me queixo, nem tenho inveja porque no Dragão também temos esse ambiente", disse, assumindo que apesar de ser "prestigiante" jogar na Liga Europa, "a preferência era estar na Liga dos Campeões".

Exclusivos