FC Porto faz má vizinhança ao Coimbrões em dia de recorde para Fábio Silva

FC Porto já vencia por 0-3 aos 12 minutos em casa do Coimbrões, em partida da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, e acabou por golear por 0-5. Miúdo da formação tornou-se no mais jovem de sempre a marcar pelo FC Porto

Há vizinhos chatos. Os que colocam a música em altos berros, os que nos estragam as horas extras de sono ao fim de semana ou os que simplesmente não dizem "bom dia" ou "boa tarde". E ainda há o FC Porto, que treina todos os dias no Olival e tem a equipa B a jogar em Pedroso, ambas localidades do concelho de Vila Nova de Gaia, mas que na visita à equipa gaiense do Coimbrões nem deu tempo para o vizinho respirar: duas flagrantes oportunidades aos dois minutos, golo inaugural aos seis, o 0-2 aos oito e o 0-3 aos 12. Que má vizinhança!

Por outras palavras, os dragões aprenderam a lição com a derrota do Sporting em Alverca e, embora Sérgio Conceição tivesse apresentado uma versão secundária dos portistas no Estádio Jorge Sampaio - precisamente o palco dos jogos da equipa B na condição de visitado... -, entraram no jogo de forma bastante séria e incisiva. Nem sequer permitiu um ataque prometedor do conjunto do Campeonato de Portugal. Simplesmente apoderou-se da área contrária e foi disparando bolas para a baliza adversária.

Luís Díaz, que até tem sido aposta inicial em grande parte dos jogos desta época, deu o mote. Logo a seguir fez a assistência para o segundo golo, apontado por Tiquinho Soares, que tem sido quase sempre suplente de Marega e Zé Luís mas que aproveita praticamente todas as oportunidades para marcar. E para concluir uma dúzia de minutos demolidores, Mbemba deu a estocada final nas aspirações da equipa orientada por Pedro Alves.

Com a hipótese de surpresa posta de parte, o FC Porto tirou o pé do acelerador, embora nunca tivesse deixado de controlar e dominar o jogo. Deu para ver em ação Saravia, que não jogava desde que foi substituído ainda na primeira parte na receção de má memória ao Krasnodar (2-3) a 13 de agosto, e Loum, em estreia absoluta pela equipa principal nesta época. Quem regressou igualmente aos relvados foi Sérgio Oliveira e Aboubakar, que também não jogavam pela equipa de Sérgio Conceição desde esse encontro no Dragão com os russos e que neste sábado foram lançados na fase final da partida.

Fábio Silva destrona Rúben Neves

Ao cabo de uma hora, o Coimbrões finalmente conseguiu criar uma ocasião de golo, com Alex Tanque a obrigar Diogo Costa a defender para canto. Deu para animar as bancadas e para espicaçar um pouco os jogadores portistas, que poucos minutos depois chegaram ao quarto golo, o segundo da conta pessoal de Luís Díaz, a passe de Soares (67').

Por fim, ainda houve tempo para Fábio Silva estrear-se a marcar pela equipa principal e tornar-se no mais jovem de sempre a marcar de dragão ao peito em jogos oficiais (81'), aos 17 anos e 92 dias, destronando Rúben Neves, que tinha faturado aos 17 anos e 155 dias.

Vídeos dos golos

0-1: Luís Díaz (6')

0-2: Soares (8')

0-3: Mbemba (12')

0-4: Luís Díaz (74')

0-5: Fábio Silva (81')

Ficha de jogo

Jogo no Estádio Jorge Sampaio, em Pedroso, Vila Nova de Gaia

Árbitro: Rui Oliveira (AF Porto)

Coimbrões - Fábio Mesquita; Ricardo Pedrosa, Raul Martins, Pedro Caeiro e Diogo Portela; Mário Pereira, Nikiema (Batistuta, 74) e Pedro Tavares (Clever França, 66); Ivo Lucas, Guilherme e Alex Gomes.

Treinador: Pedro Alves

FC Porto - Diogo Costa; Saravia, Mbemba, Diogo Leite e Manafá; Loum, Bruno Costa, Otávio (Romário Baró, 64) e Luis Díaz (Sérgio Oliveira, 71); Fábio Silva e Soares (Aboubakar, 77).

Treinador: Sérgio Conceição

Marcadores: 0-1, Luís Díaz, aos 6 minutos; 0-2, Soares, aos 8; 0-3, Mbemba, aos 12; 0-4: Luís Díaz, aos 67.

Disciplina: Cartão amarelo a Bruno Costa (29 minutos) e Saravia (52)

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG