Sérgio Conceição: "Enquanto o presidente quiser, estarei sempre ao lado dele"

O treinador do FC Porto recebeu o Dragão de Ouro para o treinador do ano e fez questão de agradecer a Pinto da Costa.

Sérgio Conceição foi esta segunda-feira distinguido com o Dragão de Ouro destinado ao treinador do ano. Aos meios de comunicação do clube, o técnico do FC Porto disse ser um prémio "muito gratificante" para ele.

"Saí de Coimbra com 16 anos para vir para este casa, onde me formei como homem e como profissional. Cada prémio que recebo tem a ver com aquilo que dou a este clube que tanto amo. Enquanto o presidente quiser que esteja aqui, estarei sempre aqui e ao lado dele", garantiu.

Num breve olhar sobre os três anos que leva à frente da equipa, Sérgio Conceição lembrou que quando chegou, em 2017, "o clube estava num momento difícil, sob a alçada do fair-play financeiro e com ausência de títulos".

"Hoje, volvidos três anos, podemos orgulhar-nos de ter a hegemonia do futebol nacional. Somos o clube português que eleva mais alto a bandeira do nosso país nas provas da UEFA. Por isso, o meu primeiro agradecimento vai para o nosso presidente, que apostou num treinador que na altura era inexperiente e sem palmarés. O meu obrigado pela oportunidade numa casa onde os títulos são uma obrigatoriedade", disse, frisando que se sente apenas "uma peça numa grande engrenagem": "Temos jogadores fabulosos, uma equipa técnica apaixonada, competente e que trabalha muito. Também todos os funcionários fazem com que o FC Porto seja mais do que um local de trabalho", concluiu.

Sérgio Conceição é apenas um dos vários galardoados do dia de aniversário do FC Porto, uma vez que o mexicano Jesús Corona foi distinguido com o Dragão de Ouro para o melhor futebolista do ano, o médio João Mário foi distinguido como o atleta revelação, Fábio Vieira é o atleta jovem do ano e Pepe é o atleta do ano, entre outros premiados.


Outras Notícias

Outros conteúdos GMG