Sapatilhas Nike com água benta na sola e crucifixo custam mais de 3500 euros. Já esgotaram

Como seria uma parceria entre Jesus e uma marca de calçado? Empresa norte-americana criou os "Jesus Shoes".

Sem os símbolos religiosos, seria um simples par de sapatilhas Nike Air Max 97s, avaliado em menos de 150 euros. No entanto, graças à iniciativa da empresa MSCHF, sediada em Brooklyn, o modelo atingiu um valor superior a 3500 euros. À venda no site de revenda StockX, os "Jesus Shoes", como foram batizados, têm água benta do rio Jordão na sola, um crucifixo dourado nos atacadores e uma referência a um versículo da Bíblia (Mateus 14:25).

Lançadas numa plataforma online na terça-feira, as sapatilhas esgotaram num minuto, disse Daniel Greenberg, diretor comercial da companhia, à CBS News. Custavam cerca de 1300 euros, mas estão agora disponível no site de revenda por mais de 3500.

Segundo a mesma fonte, a MSCHF colocou água do rio Jordão, que foi abençoada por um padre de Brooklyn, na sola transparente das sapatilhas, para que seja possível "andar sobre a água". Além disso, a língua da sapatilha tem um apontamento vermelho, que simboliza o sangue de Cristo.

De acordo com a empresa, a ideia é gozar com colaborações que consideram ridículas entre as marcas de sapatilhas e outras, como a Arizona Iced Tea e Adidas.

"Decidimos levar isto para um outro nível. Perguntámos a nós próprios como seria uma parceria com Jesus. Obviamente, tinham que andar sobre a água", explicou Daniel Greenberg. Com a injeção de água benta num par de sapatilhas, sublinhou, obtém-se a "colaboração mais sagrada de todos os tempos".

De destacar que a Nike não tem qualquer ligação a esta criação da MSCHF, conhecida por lançar ideias duas vezes por mês. Uma das mais conhecidas foi a fonte Times Newer Roman, semelhante à fonte Times New Roman, mas 5 a 10% mais larga.

O vídeo de demonstração do modelo conta atualmente com mais de dois milhões de visualizações.

Exclusivos