Ronaldo 'Fenómeno' rendido a Jorge Jesus: "Temos de aprender com ele"

Antigo avançado brasileiro teceu rasgados elogios ao treinador português e defendeu a presença de mais treinadores estrangeiros no Brasil

O antigo goleador de Barcelona, Real Madrid, Inter de Milão e seleção brasileira, Ronaldo 'Fenómeno', mostrou-se rendido ao trabalho de Jorge Jesus à frente do Flamengo. "A dinâmica, a velocidade e a intensidade do futebol europeu são maiores. A marcação talvez seja mais forte e mais adiantada. O que o Jorge Jesus conseguiu fazer foi trazer esse estilo europeu para dentro do Flamengo", começou por dizer o ex-avançado, 43 anos, atual proprietário dos espanhóis do Valladolid.

"Jorge Jesus é muito bem-vindo ao futebol brasileiro, tem mostrado uma capacidade enorme para comandar o Flamengo. Temos de aprender com ele", vincou o antigo futebolista, que pendurou as botas em 2011.

Ronaldo, que se cruzou com José Mourinho no Barcelona e Carlos Queiroz no Real Madrid, defendeu a presença de mais treinadores estrangeiros no Brasil. "Acho que tem de haver muito mais esse intercâmbio. Falamos sempre sobre treinadores brasileiros que vão para fora, quando eles têm sucesso, quando não têm, Tínhamos um medo, um bloqueio com os treinadores estrangeiros, mas o futebol não tem nenhuma barreira. O futebol talvez seja a coisa mais democrática no mundo de hoje", considerou o Bola de Ouro de 1997 e 2002, em declarações à FOX Sports Brasil.

O 'Fenómeno', como era conhecido, aconselhou o avançado flamenguista Gabriel Barbosa a estar mais "equilibrado psicologicamente". "Tanto o Bruno Henrique como Gabigol são jogadores que estão com um nível de confiança elevadíssimo. A minha preocupação é só o lado emocional do Gabigol. Durante a temporada, ele tem visto muitos cartões amarelos e vermelhos. Acho que isso para um avançado é fácil de ser corrigido. Mas, ao jogar com os argentinos, muito possivelmente ele vai ser pressionado do primeiro ao último minuto. É um risco que vai correr durante o jogo. Tem que estar muito equilibrado psicologicamente para não cair na armadilha argentina", afirmou, em jeito de antevisão da final da Taça Libertadores deste sábado (20.00), que opõe o Flamengo de Jorge Jesus aos argentinos do River Plate em Lima, no Peru.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG