Ronaldo está fora dos finalistas a Jogador do Ano da UEFA

O avançado português ficou na 10ª posição, com 25 votos. Os finalistas são Kevin de Bruyne, Manuel Neuer e Robert Lewandowski.

Cristiano Ronaldo ficou fora dos três finalistas ao prémio de Jogador do Ano da UEFA. O avançado português foi o 10.º mais votado, com 25 votos, numa eleição que é feita a partir da escolha dos 80 treinadores que participaram nas fases de grupos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, bem como 55 jornalistas escolhidos pela European Sports Media (ESM).

Os finalistas deste prémio são o médio belga Kevin de Bruyne (Manchester City), o guarda-redes alemão Manuel Neuer (Bayern Munique) e o avançado polaco Robert Lewandowski (Bayern Munique).

O vencedor será conhecido no dia 1 de outubro, data do sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões.

A UEFA revelou os restantes que completaram o top 10, no qual o argentino Lionel Messi (Barcelona) e o brasileiro Neymar (Paris Saint-Germain) partilham o quarto posto, ambos com 53 votos. Seguem-se Thomas Müller (Bayern, com 41 votos), Kylian Mbappé (PSG, 39 votos), Thiago Alcântara (Bayern, 27 votos), Joshua Kimmich (Bayern, 26 votos) e Cristiano Ronaldo.

Entretanto, os três candidatos ao prémio de melhor treinador do ano são todos alemães. São eles Hansi Flick (Bayern Munique), Jürgen Klopp (Liverpool) e Julian Nagelsmann (RB Leipzig).

No que diz respeito ao prémio de melhor guarda-redes de 2020, os finalistas são Keylor Navas (PSG), Manuel Neuer (Bayern) e Jan Oblak (Atlético de Madrid); o defesa do ano tem como candidatos David Alaba, Alphonso Davies e Joshua Kimmich, todos do Bayern Munique; o prémio de médio do ano será atribuído a Kevin De Bruyne, Thomas Müller ou Thiago Alcântara; enquanto Lewandowski, Mbappé e Neymar lutam pelo galardão destinado ao melhor avançado.

Já no que diz respeito ao futebol feminino, Lucy Bronze (Lyon), Wendie Renard (Lyon) e Pernille Harder (Wolfsburgo) estão na luta pelo galardão de Melhor Jogadora do Ano, enquanto Lluís Cortés (Barcelona), Stephan Lerch (Wolfsburgo) e Jean-Luc Vasseur (Lyon) disputam o prémio de Melhor Treinador.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG