Ronaldo chega aos 750 golos no jogo em que árbitra francesa fez história

Juventus venceu o Dínamo Kiev por 3-0, num jogo apitado por uma mulher e em que Ronaldo marcou o 750.º golo na carreira

Cristiano Ronaldo chegou esta quarta-feira ao 750.º golo na carreira na vitória por 3-0 da Juventus sobre o Dínamo Kiev num jogo em que Stephanie Frappart fez história, ao tornar-se na primeira mulher a arbitrar um jogo masculino da Liga dos Campeões.

"Mais uma barreira foi quebrada. Sabemos que ela é muito boa, o que é o mais importante e fundamental", disse o chefe de futebol da Juventus, Fabio Paratici, antes do jogo.

Frappart, de 36 anos, já tinha feito história como a primeira mulher a apitar na Ligue 1 e dirigir a Supertaça Europeia 2019, entre Liverpool e Chelsea. Já este ano, estreou-se na Liga Europa.

Já Juventus apurou-se para as oitavos de final, juntamente com o líder do Grupo G, o Barcelona, ​​mas ainda pode ultrapassar os catalães e chegar ao primeiro lugar, uma vez que três pontos separam as duas equipas que na próxima terça-feira se vão defrontar em Camp Nou.

A vecchia signora teve poucos problemas em campo contra os ucranianos, que também haviam derrotado por 2-0 em Kiev, a 20 de outubro.

Federico Chiesa abriu o ativo ao marcar o primeiro golo aos 21 minutos, ajudando Ronaldo e Morata a marcar mais dois na segunda parte.

Ao apontar um golo no segundo tempo, já depois de ter acertado na trave, Cristiano Ronaldo ampliou o seu recorde na Liga dos Campeões para 132 golos e chegou aos 750 na carreira, incluindo clubes e seleção nacional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG