Portugal apurado para o Mundial de Andebol 2021 ao fim de 18 anos

A Federação Europeia de Andebol, por considerar não existirem condições para se disputar a fase final da qualificação, anulou a disputa dos play-off, e decidiu apurar as melhores equipas do último Campeonato Europeu em 2018, na qual Portugal obteve a melhor posição.

Portugal está apurado para o Mundial de andebol de 2021. A seleção nacional foi esta sexta-feira diretamente apurada para a fase final do Campeonato do Mundo, que vai decorrer no Egito em entre 14 e 31 de janeiro de 2021. É o regresso da equipa das quinas à maior prova de seleções, 18 anos depois da última participação.

A Federação Europeia de Andebol (EHF) decidiu que não existem condições para se disputar a fase final da qualificação e anulou os play-off, que decorreriam em junho e julho. Assim ficaram apuradas as melhores equipas do último Campeonato Europeu em 2018, no qual Portugal obteve a melhor posição de sempre, com um brilhante sexto lugar.

A equipa nacional dirigida por Paulo Jorge Pereira, que não estava num Campeonato do Mundo desde 2003, ia disputar um play-off no início de julho frente a Israel ou Letónia, para decidir a última vaga.

Para o Mundial, que terá 32 equipas, já estavam qualificadas a Dinamarca, campeã mundial 2019, Espanha e Croácia (finalistas no Euro 2019). Com esta decisão, ficaram agora apuradas a Eslovénia, Alemanha, Portugal, Suécia, Áustria, Hungria, Bielorrússia, Islândia, Chéquia e França.

A mesma decisão é válida para a qualificação feminina para o Euro 2020 em dezembro, em que as quatro jornadas restantes das eliminatórias foram canceladas. As únicas equipas qualificadas que são consideradas anfitriãs são a Noruega e Dinamarca. O sorteio para o Europeu Feminino 2020 realiza-se em 18 de junho, em Viena.

"É mais do que merecida e o andebol português está de parabéns"

Miguel Laranjeiro, presidente da Federação de Andebol de Portugal (FAP) considerou "mais do que merecida" a presença de Portugal no Mundial de 2021, após a Federação Europeia ter cancelado os play-offs de qualificação.

"Esta indicação de Portugal para o Mundial do próximo ano resulta do excelente desempenho da nossa seleção no Europeu de janeiro último [sexto lugar]. É mais do que merecida e o andebol português está de parabéns", disse Miguel Laranjeiro, aos canais de comunicação da FAP.

"O último Mundial em que participámos foi em 2003. Agora, depois do Europeu de 2020, estamos no Mundial de 2021. Parabéns a todos os que tornaram isto possível. Estamos a viver momentos difíceis para todos, mas estas notícias deixam-nos confiantes no futuro da modalidade", acrescentou.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG