Pinto da Costa vai processar presidente do Sporting por este lhe ter chamado "bandido"

Frederico Varandas referiu-se ao presidente do FC Porto como um "bandido". Processo é entregue na quinta-feira.

Aí está a resposta de Pinto da Costa. Uma semana depois de ser duramente atacado por Frederico Varandas e de ser chamado de "bandido", o presidente do FC Porto anunciou que vai processar o líder do Sporting.

A queixa-crime contra Varandas será entregue na quinta-feira. "Não costumo falar de processos judiciais e como entra amanhã, já está terminado, uma queixa-crime nos tribunais contra o tal presidente [Frederico Varandas], não me vou pronunciar até que isso siga o seu curso normal", disse Pinto da Costa, esta quarta-feira, durante a apresentação do Relatório e Contas - com prejuízo recorde de 116 milhões de euros.

Na semana passada, o presidente dos dragões, disse que o homólogo leonino beneficiou com o ataque à Academia, em Alcochete, e que faria um grande serviço ao Sporting quando se dedicasse à medicina.

A resposta do médico presidente dos leões chegou com dureza. "Falando para todos os sócios do Sporting, sei que eles merecem há décadas ouvir isto... Todos os portugueses merecem que isto seja dito: pode ter um grande sentido de humor, ser culturalmente acima da média, ter um currículo cheio de vitórias, mas um bandido será sempre um bandido. No final será sempre recordado como bandido. No dia em que se retirar, ou for obrigado a isso, prestará um grande serviço ao futebol português", disse Varandas, que agora terá de responder por isso em tribunal.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG