"Para o FC Porto jogar fora contra o Belenenses SAD foi mais difícil do que jogar fora contra o Benfica"

Rui Pedro Soares reagiu assim a quem o acusa de estar a defender os interesses do FC Porto. No passado fim de semana o treinador da equipa azul e Sérgio Conceição desentenderam-se.

O caso do túnel do Jamor e a confusão entre Pedro Ribeiro (treinador do Belenenses) e Sérgio Conceição (treinador do FC Porto) ainda continua a dar que falar. Depois de o Conselho de Disciplina da Federação ter instaurado um processo para averiguar os acontecimentos do jogo da 13.º jornada, foi a vez do líder do Belenenses SAD dizer de sua justiça e responder a quem o acusa de defender os interesses do FC Porto.

"Desde 2013/14, nas últimas 7 época desportivas, para o FC Porto jogar fora contra o Belenenses SAD foi mais difícil do que jogar fora contra o Benfica. Nos últimos 7 jogos fora para a Liga NOS contra o Belenenses SAD, o FC Porto ganhou 2, empatou 4 e perdeu 1. Contra o Benfica, o FC Porto ganhou 3, empatou 2 e perdeu 2. Nos 7 jogos Belenenses-FC Porto para a Liga NOS anteriores à entrada desta administração, o FC Porto tinha vencido os 7. Como qualificar aqueles que nos últimos dias insinuam que a administração do Belenenses SAD defende interesses do FC Porto? Um burro clarividente não diria tais coisas, pelo que apelidar de burro quem assim fala não seria correto", disse Rui Pedro Soares antes de começar o jogo de juniores com o Amora este sábado.

Os incidentes aconteceram no túnel de acesso aos balneário do Estádio Nacional, no Jamor, no intervalo do jogo de domingo entre o Belenenses SAD e o FC Porto (terminou 1-1). Nas imagens difundidas pela SIC é possível ver uma troca de empurrões e insultos entre os dois treinadores, sendo que o técnico Pedro Ribeiro se queixou de ter levado um soco. E embora nunca tenha referido quem lhe deu o soco, alguns representes terão atribuído o gesto ao técnico portista.

O Conselho de Disciplina decidiu por isso enviar para a Comissão de Instrutores da Liga o processo para que sejam apurados os factos, para que depois possa tomar uma decisão quanto a eventuais castigos. Caso seja provado que Sérgio Conceição agrediu Pedro Ribeiro, o treinador do FC Porto ficará sujeito a uma infração muito grave, que pode originar um castigo entre 22 e 273 dias de suspensão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG