PAOK de Abel Ferreira vê confirmada perda de sete pontos

O comité de apelo confirmou a pena inicial pois deu como provado que o proprietário do clube de Salónica é também acionista do Xanthi.

O PAOK Salónica, treinado por Abel Ferreira, viu esta terça-feira confirmado a pena de perda de sete pontos no campeonato pelo facto de o proprietário do clube ser também acionista do Xanthi, que também foi punido com a subtração de sete pontos .

Na prática, Ivan Savvidis, proprietário do clube Salónica, era acusado de ter uma participação no Xanthi por através de um familiar, algo que é proibido pelos regulamentos do futebol grego, uma vez que ambos os emblemas militam no escalão principal.

Os dois clubes foram inicialmente punidos pelo conselho de disciplina com a subtração de sete pontos, mas recorreram da decisão. Contudo, o comité comité de apelo da federação grega veio agora confirmar a punição, não aceitando os argumentos apresentados pelos dois clubes.

A verdade é que a pena poderia ter sido bem mais pesada, uma vez que os regulamentos da liga graga prevêem a descida de divisão para quem infrinja esta determinação. No entanto, a intervenção direta do governo helénico fez com a justiça fosse mais branda.

Apesar disso, o PAOK já manifestou a intenção de recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), em Lausana, na Suíça.

Refira-se que este castigo teve origem numa denúncia feita em dezembro por parte do outro candidato ao título, o Olympiacos, treinado por Pedro Martins, que assim viu o PAOK ficar praticamente arredado da luta, restando-lhe lutar pelo AEK Atenas por uma vaga nas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões.

Já o Xanthi ficou, com esta subtração de sete pontos, na luta pela manutenção, tendo apenas mais um ponto que o Panatolikos, o primeiro clube abaixo da linha de despromoção.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG