Otamendi promete defender a camisola do Benfica "até à morte"

O defesa-central, que já representou o FC Porto, assinou contrato válido até 2023 e fica com uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

O argentino Nicolás Otamendi foi esta terça-feira apresentado como novo reforço do Benfica, tendo assinado contrato válido por três temporadas, ficando com uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros.

O defesa-central de 32 anos regressa assim a Portugal, onde representou o FC Porto durante três épocas e meia. E o reencontro com os dragões foi um dos temas da apresentação como jogador dos encarnados, no centro de treinos do Seixal. E a resposta não podia ter sido mais contundente: "Defenderei a camisola do Benfica até à morte ou ao dia em que tenha de sair."

O internacional argentino foi apresentado ao mesmo tempo que, em Inglaterra, Rúben Dias estava a ser oficializado como reforço do Manchester City. Aliás, o negócio entre os dois clubes envolveu os dois jogadores, embora Otamendi tenha sido avaliado em 15 milhões de euros e Rúben Dias em 68 milhões de euros.

Otamendi revelou ainda que, antes de aceitar mudar-se para o Benfica, teve uma conversa com Bernardo Silva e João Cancelo, seus ex-companheiros no City. "O Bernardo disse-me que ia para a melhor equipa do Mundo. Cancelo também. São opiniões que ajudam muito na hora de decidir e estou feliz por estar aqui", sublinhou o novo número 30 do Benfica, que deixou a garantia de que Rúben Dias "vai para um grande clube, muito organizado, onde vai lutar por tudo". "Pep Guardiola é um treinador exigente, que vai tratar de o melhorar. Desejo-lhe o melhor", acrescentou Otamendi sobre aquele que será o seu sucessor nos citizens.

Sobre esta nova etapa da sua vida, o argentino garantiu que o seu objetivo é "fazer com que o Benfica cresça", mas fez questão de colocar o seu passado no FC Porto no seu da história: "Em cada clube que joguei sair pela porta da frente. Hoje o que interessa é o presente e as conquistas ficam sempre na memória", sublinhou, acreditando que os adeptos do Benfica vão recebê-lo "da melhor maneira". "Eu tenho é de dar tudo em campo, porque os adeptos dão mérito pela forma como um jogador de porta em campo. Vou dar o melhor de mim para os adeptos estarem contentes e tudo corra bem", prometeu.

Sobre a escolha do Benfica, Otamendi assumiu que "foi o clube que se interessou" pelos seus serviços. "Mostrou-me o projeto que tem, falei com a minha família. Queria ter a continuidade que todos os jogadores precisam, para ganhar ritmo, para competir e estando na seleção argentina. Venho em busca disso, com muita fome", disse, prometendo "profissionalismo, não apenas a nível do futebol, mas também deixando uma boa imagem a nível pessoal".

Questionado sobre o facto de ir ser treinado por Jorge Jesus, Otamendi disse tratar-se de "um treinador ganhador, que demonstrou isso ao longo dos anos". "Esperamos que, esta época, consigamos colocar o Benfica no lugar mais alto", acrescentou, antes de agradecer por o terem contratado, frisando que quer "dar experiência" à equipa.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG