Oficial: Alonso vai correr o Dakar pela Toyota

Piloto espanhol já anda a treinar para a prova de todo o terreno de janeiro de 2020, na Arábia Saudita.

Fernando Alonso estará na linha de partida do Dakar 2020 a 5 de janeiro a bordo de um Toyota Hilux e com Marc Coma como co-piloto. Embora já se desconfiasse de que isso poderia acontecer, até porque o ex-piloto de F1 tem andado a treinar, agora o espanhol apareceu junto da restante da equipa (Nasser Al-Attiyah, Giniel De Villiers e Bernhard Ten Brinke), garantindo assim sua presença no mítico rali, que este ano será realizado pela primeira vez na Arábia Saudita

Alonso terá Marc Coma, cinco vezes vencedor do Dakar em motocicletas, a ajudá-lo na primeira experiência fora das pistas. Ele será o primeiro campeão mundial de Fórmula 1 a tentar o assalto ao Dakar. Apenas dois pilotos com experiência anterior na Fórmula 1 lograram alcançar a vitória na prova de todo o terreno mais difícil do planeta: Jean Louis Schlesser, que venceu o Dakar em 1999 e 2000, embora a passagem pela categoria máxima do automobilismo tenha sido efémere, e Jacky Ickx, vencedor em 1983 e duas vezes vice-campeão do mundo da F1.

Desdeo verão que o espanhol tem aparecido em provas de todo o terreno apoiado pela Toyota - marca pela qual disputou o Mundial de Endurance em 2018/19 e venceu duas vezes as 24 Horas de Le Mans. Alonso contou com a participação direta de Al-Attiyah e De Villiers na sua ambientação ao universo dos ralis. O sul-africano testou-o na África do Sul e na Namíbia, enquanto Nasser o acompanhou durante os dias de treino no Catar.O bicampeão da F1 também realizou sessões de testes na Polônia.

Alonso já era um desejo antigo da Toyota, mas o triunfo fe 2019 - o primeiro na história da equipa japonesa .- ajudou a convencer o espanhol campeão do mundo de F1. A Toyota aumenta assim para quatro o número de carros no Dakar 2020.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG