Mourinho sofre mais uma derrota com o Tottenham e perde Harry Kane por lesão

O Tottenham, de José Mourinho, e o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo, iniciaram 2020 com derrotas, o primeiro em Southampton e o segundo em Watford, por 1-0 e 2-1, respetivamente, na 21.ª jornada da Liga inglesa de futebol.

No entanto, José Mourinho, cuja equipa perdeu cinco pontos nos últimos dois jogos para equipas que lutam pela manutenção, ao empatar no sábado em Norwich a dois golos e ao perder hoje em Southampton, tem ainda motivos para maior preocupação, visto que o seu 'homem-golo', Harry Kane, para cuja ausência não tem alternativa, sofreu uma lesão muscular e ainda se desconhece quanto tempo vai ficar afastado dos relvados.

O Southampton marcou cedo, aos 17 minutos, por Danny Ings, e não só soube manter essa vantagem como esteve sempre mais perto do 2-0 do que o Tottenham do 1-1, cuja equipa voltou a cometer erros defensivos em demasia, a denotar enormes dificuldades para sair na primeira fase de construção e na ligação entre a linha média e o ataque, além de uma atitude coletiva de menor comprometimento com o jogo, ao invés do que sucedeu com os jogadores da equipa da casa.

Os 'wolves', depois de duas grandes exibições perante Manchester City e Liverpool, baquearam desta vez no terreno do penúltimo, o Watford, por 2-1, numa partida em que Nuno Espírito Santo, face à sucessão de jogos em curto espaço de tempo, procurou gerir a componente física, ao deixar no 'banco' dois titulares indiscutíveis, Rúben Neves e Diogo Jota, que lançou no decorrer da segunda parte sem o efeito desejado.

O Watford chegou aos 2-0 através dos golos do espanhol Gerard Deulofeu e do francês Abdoulaye Doucure, aos 30 e 49 minutos, mas o português Pedro Neto, hoje titular, reduziu aos 60, recolocando os 'wolves' na discussão do resultado.

No entanto, a equipa da casa conseguiu segurar os três preciosos pontos, a despeito do defesa Christian Kabasele ter visto o cartão vermelho aos 69 minutos, por ter agarrado Diogo Jota quando este se isolava em direção à área do Watford. A

lém de Rúben Neves e Diogo Jota, que entraram aos 54 e 66 minutos para os lugares de Ryan Bennet e Pedro Neto, respetivamente, Nuno Espírito Santo lançou ainda outro português, Rúben Vinagre, aos 54, a render o espanhol Jonny Castro. De referir que, além de Pedro Neto, tiveram lugar no 'onze' mais dois portugueses, o guarda-redes Rui Patrício e o médio João Moutinho.

O Tottenham e o Wolverhampton estão agora nas sexta e sétima posições da tabela classificativa, com o mesmo número de pontos, 30.

No outro jogo da jornada 21, o Leicester foi a Newcastle vencer por 3-0, com golos de Ayoze Perez, de James Maddison e de Hamza Choudhoury, aos 36, 39 e 87 minutos, somando mais três pontos que lhe permitem consolidar-se no segundo lugar, com 45 pontos, a 10 do Liverpool, que só entra em ação na quinta-feira, na receção ao Sheffield United.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG