Mourinho e um regresso a Madrid: "Não teria qualquer problema"

Português relembra que voltou ao Chelsea e que é um "orgulho" quando um clube o quer de volta. Sobre o mesmo tema, Solari, atual treinador do Real Madrid, referiu que "o clube sempre teve mais pretendentes do que a Julia Roberts"

Vivem-se tempos de crise no Real Madrid e, com a contestação em torno da equipa e do treinador Santiago Solari, muitos olhos (e rumores) viraram-se para José Mourinho. O português venceu um dos dois campeonatos espanhóis que os madrilenos conquistaram em dez anos (fez 100 pontos em 2011/2012) e afirmou que não teria "problemas" em voltar a um "clube icónico".

Atualmente comentador, depois de ter saído do Manchester United, o treinador português falou à BeIN Sports, onde esteve a comentar jogos durante o fim de semana. "Voltar a um clube onde já estive? Se for o clube certo, com a estrutura certa e as ambições certas, não teria qualquer problema. Penso que é um orgulho quando um clube onde já trabalhaste quer-te de volta", afirmou. Sobre o Real Madrid, disse ainda que se trata de um "clube icónico, número um no mundo", destacando as 13 vitórias na Liga dos Campeões.

"Uma das melhores sensações foi voltar ao Chelsea. Quando te chamam pela segunda vez significa que sabem que és bom. É uma grande sensação", explicou.

Falando sobre a prestação do Real Madrid na Liga dos Campeões, José Mourinho considerou "incrível" a performance da equipa, com "quatro finais e quatro vitórias em cinco anos". "Quando foi para Madrid, o objetivo era parar o domínio do Barcelona, porque o Real Madrid não ganhava nada. Nem sequer ia aos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Tem de haver objetivos", frisou, acrescentando que existe uma "grande distância" entre o sucesso na Europa e a ausência de títulos em Espanha. "Só ganharam duas vezes em dez anos. A sensação foi incrível quando ganhámos em 2011/2012", disse.

Mourinho? "Este clube sempre teve mais pretendentes do que a Julia Roberts"

E enquanto Mourinho, depois de tempos duros no Manchester United, e o Real Madrid, que tenta encontrar-se em Espanha, podem tentar um reencontro em buscas de melhores dias, Solari continua no centro das atenções, com uma equipa que parece sentir a ausência de Cristiano Ronaldo.

Questionado esta segunda-feira, na antevisão ao jogo com o Ajax, sobre Mourinho, Solari foi claro: "Este clube sempre teve mais pretendentes do que a Julia Roberts".

Acerca da situação da equipa, o treinador argentino referiu que o clube "tem de continuar a competir na Liga", depois de duas derrotas em poucos dias, no Santiago Bernabéu, com o Barcelona. Um dos desaires, no jogo a meio da semana, custou a presença dos merengues na final da Taça de Espanha.

"O balneário é muito forte e a equipa tem muito caráter, o que não significa que esteja contente. Mas estamos de consciência tranquila porque todos os dias fazemos um bom trabalho", frisou Solari.

Exclusivos